Edilene Candido
Edilene Candido

Passo a passo para emitir seu visto para morar em Portugal

Passo a passo para emitir seu visto para morar em Portugal

Todas as pessoas que não são portuguesas e não têm nacionalidade de outro país da União Europeia precisam de visto para morar em Portugal. Então, neste texto, eu trago um passo a passo geral sobre como você pode emitir o seu visto para Portugal!

Lembrando que existem vários tipos de vistos para se viver em Portugal e, por isso, você precisa escolher muito bem qual é o que encaixa no seu perfuil e da sua família. 

Vamos lá?

Índice do artigo:

Escolha o visto ideal para você

O primeiro e mais importante passo para quem quer emitir visto para Portugal é descobrir qual é o visto ideal para o seu caso. Por que?

Porque com isso você saberá tanto os documentos gerais, quanto os documentos específicos para o visto que você escolheu e para o seu caso. 

É muito importante que você saiba o que se enquadra melhor no seu perfil para minimizar seus riscos, não enviar nenhum documento errado ou deixar algo em falta.

Entenda onde solicitar o visto para Portugal

A VFS Global é uma empresa terceirizada do Consulado Português nos países para fazer a intermediação dos vistos. É para essa empresa que você fará a solicitação caso você não tenha contato direto com os Consulados e Embaixadas.

No Brasil, a VFS Global possui vários escritórios que realizam esse trabalho. A maioria dos pedidos de visto recebidos pela empresa atualmente é por meio dos Correios.

O agendamento para entrega pessoalmente voltou a vigorar. No entanto, a forma mais rápida e prática é enviar pelos Correios mesmo.

Outra maneira de solicitar o visto é fazê-lo diretamente nos vice-consulados ou postos consulares portugueses. Mas, como nem todos atendem este serviço, é preciso conferir na região qual vai receber seu pedido.

Sim! O pedido deve ser feito de acordo com a região onde você mora.

Além disso, também é possível requerer pela internet, por meio da plataforma E-Visa, ligada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas é bem limitado no Brasil, principalmente nas regiões atendidas pela VFS. 

Aquilo que fazemos manualmente para entregar à VFS, por exemplo, o E-Visa faz de maneira online, com documentos digitalizados. 

Brasileiros que vivem em outros países legalizados ou estrangeiros que vivam legalizados no Brasil também podem fazer a solicitação de visto em uma dessas três opções.

Saiba onde buscar informações sobre os vistos para Portugal

Agora você precisa saber onde buscar as informações, certo?

Particularmente, considero o site da VFS Global muito bem organizado e com informações de fácil acesso. A empresa também oferece uma espécie de checklist para todos os tipos de visto, formulário de pedido, passo a passo, valores de taxas, entre outros. 

Você também pode consultar informações nos sites dos próprios Consulados ou vice-consulados, assim como no site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MME). São informados os vistos, documentos gerais e específicos, regras gerais, entre outros.

Então, busque informações em várias fontes diferentes para poder fazer seu pedido de visto o mais completo possível. 

Organize os documentos para pedir o seu visto para Portugal

É agora que você precisa do máximo de atenção e cuidado quando for emitir seu visto para Portugal!

Depois de escolher o visto que enquadra no seu perfil, definir como vai solicitá-lo, tiver a lista de todos os documentos necessários, é hora de organizar tudo!

Confira se os documentos tem vencimento, se precisam apostilar, se tem algum padrão específico para seguir.

As fotos, por exemplo, são padronizadas e o antecedente criminal deve ser apostilado (e tem data de vencimento).

Ao enviar documentos fora da validade ou com alguma inconformidade, seu pedido de visto pode cair em exigência. E cada vez que isso acontece, seu processo atrasa porque “sai da fila”, aguarda retorno e depois recomeça a análise. 

Confira os documentos que não podem faltar no seu pedido de visto (de acordo com a VFS):

  • Passaporte original com validade de pelo menos três meses além do período que você pretende ficar em Portugal;
  • 2 fotos ¾;
  • Comprovativo de situação regular caso você more em outro país que não seja o de origem;
  • Atestado de antecedentes criminais;
  • Certificado de registro criminal do país de origem ou país onde vive há mais de um ano;
  • Seguro viagem ou PT-BR/13
  • Comprovante de que você consegue se sustentar no país, como extrato bancário, de investimentos, aplicações, notas emitidas, contratos de prestação de serviço, etc;
  • Declaração de Imposto de Renda;
  • Comprovante de alojamento, como reserva de hotel, contrato de agendamento;
  • Formulários preenchidos e assinado: checklist, do pedido de visto, requerimento consulta ao registro criminal português e termo de ciência e anuência;
  • Comprovantes de pagamento das taxas associadas.

Lembre-se: isto é uma lista geral! Como cada caso é um caso, analise os seus documentos específicos.

Tudo sobre a carta de intenção

Nem todos os checklists de documentos informam que a carta de motivação é essencial, mas eu considero que sim e nenhum cliente envia seu pedido com apoio da minha assessoria sem ter uma carta que indique suas motivações e intenções.

É nesta carta de intenção, também chamada de carta de motivação, que você vai escrever quem você é, qual sua formação, qual sua experiência, o que pretende fazer no país, como pretende contribuir, qual sua motivação para ir para Portugal.

Outra proposta para esta carta é explicar todos os documentos anexados e que condizem com a sua situação. Evita que a pessoa que analisar seu pedido tenha que entender “sozinho” tudo que anexou.

Eu chamo a carta de intenção de “coração do pedido de visto”, porque é nela que você tem todas as chances de demonstrar seus interesses, o que te motiva, seu perfil, porque você é importante para Portugal e como você prova tudo isto.

Como acompanhar o pedido de visto para Portugal

Quando solicitado pela VFS Global, você deve pagar uma taxa de acompanhamento do pedido de visto e receberá informações por e-mail ou SMS. Caso seu pedido caia em exigência, seja entregue no Consulado, retorne do Consulado, você será informado por estes meios. 

Se forem exigências, você terá um prazo para readequar as informações no processo e enviar os documentos requisitados.

Entretanto, se solicitar fora da VFS, é possível que você receba ainda uma carta, ou um telefonema (além do SMS e e-mail) para saber se seu visto foi aprovado, se tem exigência, se o passaporte está chegando, entre outros. 

Conselho de ouro da Dra. Edilene

Seja sempre coerente com o que você apresenta no processo de solicitação de visto. Isso vale para alojamento, meio de subsistência, carta de motivação, comprovantes, entre outros.

Comprove com documentos tudo que você informou na carta de intenção. 

Outra coisa que você precisa saber é que as regras para emitir o visto para Portugal mudam rapidamente. Então, fique atento às informações!

O que você leu ontem pode não estar em vigor mais hoje. Isto é, antes de dar entrada no seu visto, seja ele qual for, confirme se o formulário ainda é o mesmo, o checklist também, se nada mudou no processo, principalmente os valores que mudam de acordo com a variação cambinal.

Isso evita que você envie um pedido de visto desatualizado. 

Se você quer saber como evitar que seu pedido de visto para Portugal seja negado, vem ver este vídeo que gravei para o meu Canal no Youtube, contando quais são os principais erros cometidos neste processo.

Até a próxima,

Edilene Gualberto.


Você também pode gostar

Conheça o visto de trabalho em Portugal

Conheça o visto de trabalho em Portugal

Se você deseja morar e trabalhar em Portugal, o visto de trabalho pode ser o ideal. Também é chamado de…

LER ARTIGO COMPLETO
Entenda o que é o acordo de mobilidade da CPLP

Entenda o que é o acordo de mobilidade da CPLP

Já falamos aqui em outro momento sobre o que é a CPLP, certo? É a Comunidade dos Países de Língua…

LER ARTIGO COMPLETO
Visto para Docente, Profissional Altamente Qualificado ou Atividade Cultural: entenda como funciona

Visto para Docente, Profissional Altamente Qualificado ou Atividade Cultural: entenda como funciona

Neste post, vou falar sobre o Visto para Docente, Profissional Altamente Qualificado ou Cultural, que foi criado como forma de…

LER ARTIGO COMPLETO